EnglishItalianPortugueseSpanish

Você sabe o que é o sagrado feminino?

Conheça o mundo do Sagrado Feminino

Você sabe o que é o sagrado feminino? Não!!! Então vamos lá: começaremos com o significado das palavras. Segundo o Dicionário Aurélio a palavra Sagrado tem em um dos seus significados: “Que se não consegue violar, invadir, denegrir, inviolável. Merecedor de veneração, de respeito; venerável, respeitável”. E Feminino “Que se refere a mulher ou a ela é particular”. Fazendo uma reflexão sobre esses significados vemos que o sagrado feminino é o amor a tudo que envolve a vida da mulher. E quanto tempo faz que você não respeita o seu lado feminino?

Pergunta dura, não? Mas te prometo que é necessária minha amiga leitora, pois muitas vezes nós mesmas não respeitamos nossa natureza e nosso ser. Sempre negando e não aceitando que ser mulher é uma dádiva. Um grande presente, pois nos dá a liberdade de gerar outra vida, de olhar a vida com olhos mais sensíveis e curiosos, esperançosos. Mas preciso concordar com você que, por muito tempo, nos foi contado o contrário. Crescemos acreditando que não somos boas o bastante, que os homens têm mais liberdade que nós, que somos frágeis demais, sensíveis demais. Mas, graças aos céus, esse tempo passou. Estamos num novo tempo no qual temos a possibilidade de vislumbrar o quanto o lado feminino precisa ser valorizado e amado.

E vamos esquecer por um momento de toda essa ladainha de “insuficiência” e olhar para você. Sim, você! Que é a maior expressão do poder desse sagrado feminino. Por mais que você não reconheça, existe aí dentro de você um universo de possibilidades e potenciais, só esperando pelo momento de você colocar tudo isso em prática. Só te falta uma coisa para poder atingir essa força interior: olhar para você!

Sei que você, neste momento, deve estar me achando um pouco confusa, pois você vai dizer que sempre olha para você. Mas não quero que você fique só na sua bela aparência, vamos mais fundo. Olhe para dentro, mergulhe em você, aprofunde-se nos seus sonhos e sentimentos. Redescubra a mulher que você é. Entre no interior do seu templo e descubra todos os pontos que te fazem ser uma mulher. Sem seguir padrões impostos ou modelos produzidos. Apenas sendo quem é. E ao começar essa jornada interna prepare-se para se surpreender, pois pode encontrar uma nova versão de você. Posso até apostar contigo que encontrará uma verdadeira deusa.

-por Carolina Dias

Carolina é mulher, negra, professora de línguas da rede municipal de SP, casada, estudiosa e curiosa. Acredita na força interior do autoconhecimento e do autorreconhecimento. Conheça mais sobre o perfil da autora desse texto no Instagram:@kroljuliana

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin