EnglishItalianPortugueseSpanish

Ninguém pode ser sol todos os dias

É preciso entender que está tudo bem não se sentir sempre 100%

Se a gente parar para observar, tudo a nossa volta é cíclico. A lua é cíclica, as estações estão sempre mudando, a água possui um ciclo e até o corpo da mulher vai se alterando e se renovando conforme os períodos. Entender que o mundo gira em fases e que nossos sentimentos funcionam nesse mesmo padrão é importante para o autoconhecimento, pois nos permite entender nossas emoções e cada um dos nossos ciclos.

  • Permita-se sentir
  • A vida nem sempre é simples. Os problemas e desafios fazem parte, assim como as conquistas e os bons momentos. Dessa forma, nossas emoções são uma resposta aos eventos que acontecem em nossa vida. Às vezes vivemos tão preocupadas com a rotina do dia a dia que tentamos disfarçar nossas emoções, porém, quando entendemos nossos sentimentos, fica mais simples lidar com todas as situações, sejam elas positivas ou não.

    Já ouviu de alguém um conselho para deixar de se sentir triste ou irritado em uma determinada situação? Ou que deveria sempre encarar os problemas com um sorriso no rosto? Esses podem ser conselhos bem intencionados de pessoas que querem nosso bem, mas estão longe de ser a melhor opção. Reprimir os sentimentos e as emoções não é nada saudável. Alegria e tristeza, raiva e tranquilidade fazem parte da vida, e são esses sentimentos que nos tornam fortes.

    Existe uma demanda para que a gente sempre se sinta bem, alegre e realizada, porém, na vida real, isso não é possível. Nem os dias são iguais: existem dias ensolarados, dias nublados e de tempestade. Nós também funcionamos da mesma forma, uma vez que ninguém pode ser sol todos os dias. Essa necessidade de estar sempre bem impede que a gente olhe para dentro a fim de lidar com o que nos incomoda. É preciso entender que está tudo bem não se sentir bem de vez em quando.

  • Encontre seu equilíbrio
  • Uma vez que aprendemos a reconhecer esses ciclos, é hora de aprender a coordenar nossas emoções. Ter inteligência emocional não significa nunca se sentir triste ou irritado, mas é saber como vivenciar essas emoções de forma saudável e como direcionar esses sentimentos da forma correta. Fazer exercícios físicos ou alguma atividade criativa, como escrita ou pintura por exemplo, podem ser formas de extravasar e lidar com as experiências negativas. Meditação, yoga e leitura também são excelentes atividades que trabalham a mente e o corpo de maneira positiva.

    Também é preciso ter consciência de que assim como as fases boas passam, as fases ruins também vão embora uma hora ou outra. Busque apoio emocional nas pessoas que você ama ou até em terapias que te ajudem a não desanimar diante dos problemas. É importante entender que tudo passa, mas que a cada dia estamos mais fortes e sábias, e que sabemos passar por todas as situações com maturidade e serenidade.

    Entender nossos ciclos é uma forma de nos conhecer e até mesmo de nos curar de nossas dores, respeitando todos os nossos processos. As coisas mudam, elas terminam e começam de novo, enquanto a gente cai, se levanta, se reinventa e segue em frente.

    – por Layane Almeida

    Layane é mineira, professora e escritora independente. Apaixonada por aprender e ensinar, conheceu cedo o encanto das letras e dos livros. Nas horas vagas, gosta de divagar sobre a vida, sobre o universo e tudo mais. Conheça mais sobre a autora desse texto no Instagram: @layanealmeidaaa

    Share on facebook
    Share on google
    Share on twitter
    Share on linkedin