EnglishItalianPortugueseSpanish

Decisões e escolhas

Qual caminho devo seguir?

Quando somos crianças a primeira pergunta que nos fazem é sobre o nosso futuro, este que muitas vezes acaba sendo baseado nas profissões que conhecemos na escola.

Nós somos apresentados às mais variadas profissões, mas com a pureza que nos é concedida nos encantamos com as coisas mais corriqueiras. Quem nunca desejou ser caixa após acompanhar alguém até o mercado na infância? Ou dirigir um ônibus depois de desfrutar de uma viagem cortando a cidade.

Aqui temos uma amostra sobre como somos apresentados ao nosso querer que muitas vezes acaba conflitando com o desejo dos nossos pais.

Você já parou para pensar que essa pergunta vai além de um diploma na parede? Vamos conversar mais um pouco sobre isso.

Na vida a gente busca por uma profissão que nos dê conforto e segurança de vida, mas que também nos permita usufruir de uma boa vida. Sim, isso é o que todos nós desejamos!

Ao crescermos, nos deparamos com o momento da famosa decisão: o que eu realmente quero ser?

Existe um ponto muito importante e é nele que quero chegar, você já deve ter percebido que ao longo da vida nossos sonhos vão sendo um novo significado e muitos acabam mudando ao longo e isso é normal seguindo o nosso amadurecimento.

Nós podemos nos formar na tão sonhada profissão que a nossa criança do passado desejou um dia, mas a partir disso chegamos em um ponto onde podemos parar e pensar o que realmente queremos para nossas vidas. Hoje, chegando ao final da minha faculdade de jornalismo, percebi que aquela criança está se realizando. Ela confiava que tinha potencial e disso nunca esteve errada.

Hoje meus sonhos se tornaram metas e passaram a ocupar uma posição mais importante, eles deixaram de ser algo a se mostrar para a sociedade e passaram a ser objetivos a curto, médio e longo prazo. Algo que nos leva a outra conversa, mas essa poderá deixar para outro texto.

Então, não se culpe se perceber que algo que você dedicou tanto tempo não possui mais tanta importância para si. Você apenas chegou em nível que a vida lhe permite escolher por coisas mais pessoais e que se tornaram mais importante que um diploma na parede.

– por Karen Veiga

Karen é mulher negra, carioca, periférica e estudante de jornalismo. Curiosa pelas coisas do mundo , nas horas vagas gosta de assistir filmes, ler livros e está em constante busca por novos conhecimentos. Conheça mais sobre o perfil da autora desse texto no instagram:@Karenveigga

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin