EnglishItalianPortugueseSpanish

Aprenda a seguir sua intuição

Qual delas te representa: Cinderela ou Vasalisa?

Acredito que você conheça a história da Cinderela, aquela princesa da Disney que inicialmente sofreu muito na mão de uma madrasta e de duas meias irmãs que só sabiam dar mais trabalho para ela. Até o dia que ela foi salva por um belo príncipe e um par de sapatinhos de cristal. Esta história é super conhecida de todos nós, mas por acaso você já ouviu falar da Vasalisa?

Se você já leu o livro “Mulheres que correm com os lobos”, da doutora Clarissa Pinkola Estés, deve conhecer bem. Caso não conheça, vou tentar resumir ela, e te falar mais uma vez: lei “Mulheres que correm com os lobos”, é um livro para a vida.

No texto de Vasalisa, que é de origem russa, tem algumas semelhanças com o texto da Cinderela, na verdade os inícios são parecidos. As duas meninas perdem a mãe muito nova, seus pais casaram novamente com uma mulher que tem duas filhas. Ele acaba viajando a trabalho e falecendo. A menina tenta a aprovação da nova família, fazendo todas as tarefas e tentando agradar a todos, mas em vão. Pois a madrasta e suas filhas têm inveja dela. E aí acaba as semelhanças entre as histórias. Dali para frente Vasalisa vai enfrentar o maior desafio de sua vida para poder viver o seu “felizes para sempre”.

Mas, diferente da nossa Cinderela, ela não vai esperar pelo seu príncipe encantado. Ela precisa aprender a confiar em si mesma e na sua intuição. Ah, e esqueci de um detalhe bem importante desse conto: a benção da mãe. Antes de falecer sua mãe entrega para ela uma bonequinha igualzinha a ela e fala para alimentar, cuidar e confiar nessa bonequinha. E é ela que ajuda a Vasalisa a passar por esse grande desafio de aprender a diferenciar e selecionar o que é importante ou não para sua vida.

Ouvir essa bonequinha, que nada mais é do que ela em tamanho menor, é ouvir sua intuição, sua própria voz. E aprender a confiar que tudo que ela sabe o que é melhor para ela, sem precisar que outras pessoas interfiram ou decidam por ela.

Não quero dar spoiler do conto, pois sua leitura vale muito a pena! Por isso não vou te contar mais sobre o texto, mas vou ser repetitiva em dizer algo que tenho dito em vários dos meus textos: aprenda a ouvir sua voz! De vez a você mesma!

Ficamos tão preocupadas com a opinião dos outros, em como vamos deixar as pessoas ao nosso redor feliz, em ouvir e pensar no que os outros acreditam sobre nós, que esquecemos que a única pessoa que sabe sobre você, é você! Ninguém conhece os seus desejos, vontades e sonhos melhor do que quem os planejou. Pare de calar a sua voz e de procurar que os outros te aceitem, te valorizem. Faça isso por você mesmo. Esse é o momento!

Vai lá e acredite na sua intuição!

– por Carolina Dias

Carolina é mulher, negra, professora de línguas da rede municipal de SP, casada, estudiosa e curiosa. Acredita na força interior do autoconhecimento e do autorreconhecimento. Conheça mais sobre o perfil da autora desse texto no Instagram:@kroljuliana

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin